Modalidades

Componentes Criticas Futebol

Componentes Criticas Basquetebol

Componentes Criticas Andebol

Componentes Criticas Voleibol

Componentes Criticas Atletismo - 1º Período

Componentes Criticas Atletismo - 2º Período

Componentes Criticas Atletismo - 3º Período

Componentes Criticas Ginástica

Componentes Criticas Mini-Trampolim

Componentes Criticas Badmington

História das Modalidades

História Futebol

História Basquetebol

História Andebol

História Voleibol

História Atletismo

História Ginástica

História Badmington

Sábado, 24 de Janeiro de 2009

Sabias que...

Também tu podes expor as tuas ideias neste blog!

 

Todos nós aprendemos uns com os outros e, tu também poderás demonstrar o teu conhecimento no www.vamos_fazer_educacao_fisica.com

  

Para isso, basta enviar um email para o caninamendonca@sapo.pt com a informação que desejas partilhar.

 

Após eu o receber, irei com muito gosto expor o post e terá a tua assinatura ;)

 

Este blog também é teu =) Participa!

publicado por Vamos Fazer Educacao Fisica às 20:02
link do post | comentar | favorito

História Ginástica

     O termo ginástica, provém da palavra grega “gymnos” (nu) pelo facto de, na antiguidade clássica, os exercícios se praticarem com o corpo nu.

Com a queda do Império Romano, o corpo passou a ser ignorado e com isso a ginástica sofreu durante um longo período de tempo, para renascer no século XVIII com a influência de vários pensadores que se debruçaram sobre as vantagens da prática do exercício físico. Contudo, é de realçar o contributo de Jean-Jacques Rousseau (1712- 1778), na obra pedagógica "Emílio", em que o autor se refere à necessidade da pratica física como meio para atingir a razão.

     A partir daqui surgiram várias correntes, que encontraram eco na Alemanha com Johann Bernard Basedow (1723-1790), pedagogo e educador, que conseguiu assimilar e transformar os princípios orientadores de Rousseau e impulsionou a ginástica, tendo para isso criado em 1775 o pentatlo de Dassau, no seu "Philanthropicum", constituído por provas de corrida, saltos, transporte, de equilíbrio e de trepar, formando os seus seguidores. Foi o primeiro pedagogo, desde a Antiguidade, a defender que o exercício físico deveria fazer parte dos programas das escolas primárias.

     Em 1784, Christian Gotthlif Saltzmann (1744--1811), pedagogo e educador, abre um outro "Philanthropicum", em Schneppenthal para em 1785 Johann Christoph Friedrich Guts-Muths (1759-1839), professor e educador, considerado o "pai" da ginástica pedagógica, iniciar a sua obra donde nasceu um novo conceito de ginástica.

Foi um impulsionador da educação física obrigatória; utilizou o "Philanthropicum" de Schnepfenthal: a par da corrida, saltos, lançamento, luta e natação, os exercícios de trepar e de equilíbrio. As ideias filantrópicas e os conteúdos pedagógicos de Guts-Muths tiveram eco nos países da Europa, especialmente na Suécia, Dinamarca e França.

     No princípio do século XIX, surge um novo conceito de ginástica na Alemanha com Friedrich Ludwig Jahn (1778-1852). Para além de criar aparelhos e novas formas gímnicas, fundou, em 1811, o primeiro ginásio ao ar livre de Hasenheide, Berlim. Daí nasceu o termo "Turnkunst" pelo qual ele substitui a palavra "Gymnastik". A ginástica de Jahn, com um conteúdo mais social e patriótico, rapidamente superou as ideias pedagógicas de Guts-Muths, tendo por objectivo formar homens fortes para defender a pátria.

     O primeiro festival alemão data de Outubro de 1814, para comemorar o aniversário da vitória sobre Napoleâo. na batalha de Leipzig. Os festivais desportivos favoreceram a propaganda das teorias de Jahn e a unidade da Alemanha e contribuíram para o incremento do movimento gïmnico. A sua actividade foi interrompida na Alemanha por motivos políticos, de 1820 a 1842, período a que se chamou "Bloqueio Ginástico". Mesmo assim, os ginastas praticavam-no, sob a designação de "Gymnastik", em salas e em pavilhões, que permaneceram até aos nossos dias. Ora, a sua mudança foi de ordem política e não climatérica, e por consequência originou uma maior importância para a ginástica de aparelhos.

     Em 1811, surgiu também Ling, um Sueco que desenvolveu um sistema de ginástica diferente do de Jahn. Ling baseou mais o seu trabalho em factores médicos e anatómicos e classificou os exercícios físicos de acordo com esta linha de pensamento. Trabalhou com e sem aparelhos considerando de primeira importância o movimento do corpo em vez de aquisição de destreza. Pode dizer-se que, no fim do século XIX, a ginástica se entendia como um importante elemento no sentido da formação do homem e do soldado.

     Entretanto, a sua utilidade como meio de educação, progressivamente aceite, vai originar a sua inclusão na generalidade dos programas escolares.

A sua afirmação no plano desportivo dá-se na Olimpíada de Atenas, durante os primeiros jogos, em 1896, ou seja, 15 anos depois da formação da “Federação Internacional de Ginástica”. Na sua imposição como disciplina Olímpica, deve destacar-se a acção desenvolvida pelo renovador dos Jogos Olímpicos Modernos: Pierre de Coubertin. A partir dos Jogos Olímpicos de Helsínquia (1952), a ginástica assume a forma segundo a qual é hoje praticada, como uma modalidade simultaneamente exigente, espectacular e completa, nos termos em que é universalmente aceite e compreendida.

   

publicado por Vamos Fazer Educacao Fisica às 16:42
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

História Andebol

     O andebol era já um jogo bastante difundido na Alemanha no século XIX. Em 1920, Karl Schellenz, professor da Escola Normal Superior de Educação Física de Berlim, observou numa viagem ao Uruguai um jogo a que chamavam Balón criado por Alberto Valetta. Baseando-se neste jogo, Schellenz lançou as bases do andebol de 11, praticado num campo de futebol e inspirado nas suas regras, mas jogado com as mãos. De forma semelhante, Maximilian Heiser contactou como um jogo que servia de complemento à preparação dos ginastas na Dinamarca e que se chamava Haandball. Nos países escandinavos e por razões climáticas, este desporto era praticado em recinto coberto e com 7 jogadores. Após a Segunda Guerra Mundial, a modalidade de 11 jogadores entrou em declínio, enquanto a de 7 se impunha como um desporto europeu, sobretudo nos meios escolares. O andebol masculino passou a fazer parte das modalidades olímpicas em 1972 e o feminino em 1976. É hoje um dos desportos colectivos mais populares a nível mundial, e crê-se que o segundo desporto mais praticado em Portugal, a seguir ao futebol.

     O andebol é jogado apenas com as mãos. A movimentação em campo tem características semelhantes às do basquetebol. A recepção da bola é importante e utiliza-se o drible para prosseguir no terreno. O campo é rectangular e possui duas balizas nas linhas de fundo. A área de seis metros situada em frente à baliza não pode ser pisada por qualquer jogador, com excepção do guarda-redes. O jogo tem a duração de 60 minutos. A bola deve ter entre 58 e 60 cm de circunferência e pesar entre 375 e 425 gramas.

     

publicado por Vamos Fazer Educacao Fisica às 16:30
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

História Atletismo

     O Atletismo, palavra de origem grega (Aethlos = esforço) é uma actividade que se desenvolveu tendo por base o desenvolvimento e aproveitamento de certas capacidades específicas do Homem – o que unido ao espírito desportivo, se constituiu num conjunto de actividades lúdicas, praticadas desde épocas muito antigas nos momentos de ócio e por um grande número de culturas que interpretavam perfeitamente este tipo de práticas segundo a sua própria cosmovisão – celta, grega, culturas pré-colombianas, povos africanos, etc..

      Os relatos mais antigos deste tipo de práticas encontram-se no “Livro de Leinster” (1961), numa descrição dos “Jogos de Taiti” que remontam ao séc. XIX a.c. Em Creta este tipo de actividades foi alvo de particular atenção, constituindo mesmo um dos pólos mais importantes da vida social da época. O mesmo se verificou noutras sociedades: as várias modalidades atléticas constituíam uma área fundamental da educação do indivíduo (e.g.: em Esparta, eram praticadas desde muito cedo tanto pelas raparigas como pelos rapazes).

     Foi na Grécia Antiga, onde as actividades atléticas tinham particular relevância na educação, que o Atletismo surgiu como uma modalidade desportiva, que era objecto de competição, proporcionando assim o aparecimento dos antigos Jogos Olímpicos. Consta que aconteceram pela primeira vez no ano de 776 a.C., em Atenas. A partir daí o Atletismo tem sido a expressão máxima destes jogos, e a sua expansão pelo mundo sucedeu de forma fácil e natural.

     Quando, no século passado, se começou a proceder em Inglaterra ao agrupamento e à regulamentação de certas práticas atléticas ancestrais com o nome de Atletismo, estas formaram o núcleo base de um dos mais importantes fenómenos sociais do nosso tempo – os Jogos Olímpicos Modernos. O Atletismo tinha-se convertido num desporto, cuja antiga concepção de “esforço”, se transforma numa dura competição para superar uma marca, ou seja, os limites do ser humano são representados pelo “record” através de práticas tão antigas como o próprio Homem – o Atletismo como medida do Homem.

     Foi em Inglaterra (1866), com a fundação do “Clube Atlético Amador” que se começaram a “desenhar” os contornos daquilo que viria a constituir a Federação Internacional de Atletismo Amador (F.I.A.A.). Desde então o desenvolvimento e aperfeiçoamento em termos de regulamentação foram notórios. As alterações às regras que se verificaram um pouco por todo o lado durante o séc. XIX nas Universidades onde se organizavam as competições de atletismo puderam desta forma ser alvo de um processo e uniformização por parte dos organismos internacionais e olímpicos para, em 1926, assumirem a sua forma actual.

     Nos nossos dias, o atletismo engloba um conjunto de várias disciplinas desde as corridas, aos lançamentos, passando pelos saltos e por provas combinadas.  

                        

Fica aqui um registo histórico do Atletismo

publicado por Vamos Fazer Educacao Fisica às 15:46
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
23
25
26
27
28
29
30
31

tags

todas as tags

links

subscrever feeds